Contos Eróticos do Velho Testamento MOBI Á Eróticos



10 thoughts on “Contos Eróticos do Velho Testamento

  1. Fernando Delfim Fernando Delfim says:

    um Deus irado frente pr pria incompet ncia e pr pria imagem, segundo a qual teria criado o homem, de quem afinal n o gosta e castiga o homem a sombra de Deus, mas o escravo a sombra do homem livre, contudo ela n o encontrava muita diferen a entre a sua condi o de mulher livre e a de uma escrava A fortuna dos ricos o seu baluarte, a mis ria dos pobres a sua ru na Uma mulher intrometida uma goteira constante Embora o desejo por ela lhe tornasse a espera insuport vel e um Deus irado frente pr pria incompet ncia e pr pria imagem, segundo a qual teria criado o homem, de quem afinal n o gosta e castiga o homem a sombra de Deus, mas o escravo a sombra do homem livre, contudo ela n o encontrava muita diferen a entre a sua condi o de mulher livre e a de uma escrava A fortuna dos ricos o seu baluarte, a mis ria dos pobres a sua ru na Uma mulher intrometida uma goteira constante Embora o desejo por ela lhe tornasse a espera insuport vel e, se o general j n o era um homem paciente na conquista de cidades e de reinos, muito menos o era quando se tratava de subjugar uma mulher Holofernes sentiu a partida ganha, quando o corpo da mulher perdeu, sob o peso do seu corpo, a rigidez defensiva e a passividade resignada, come ando a vibrar ao ritmo do seu desejo, abrindo se como terra branda e f rtil ao ferro arado, e o general penetrou a com a lentid o de um estratega que conquista uma cidade para nela habitar e reinar Como sempre fazia quando chegava ao limite das suas for as, fugira para o campo a refugiar se junto dos seus amados rebanhos, invejando a sorte dos bodes e carneiros de cobri o, pois essas alim rias tinham mais repouso e paz do que ele, f meas mais passivas ou menos vorazes do que as suas Aquele que n o suporta mulher ou filhos, est livre de trela no nariz As mulheres t m provocado a ru na a milhares de homens, por isso lembra te sempre de que os seus corpos espl ndidos enfeiti am, mas, passado um breve momento de prazer, perdem toda a beleza e n o compensam os estragos que causam


  2. César Lasso César Lasso says:

    N o o tipo de literatura que costumo consumir e, por essa mesma raz o, foi uma leitura refrescante Poderia ser classificada como romance hist rico, mas com a indica o de que a principal fonte que o inspirou s o os mitos da B blia, baseados provavelmente em factos reais mas filtrados pela escrita do poeta inspirado Mitos que formam parte dos povos de Israel, das diversas ramifica es do Cristianismo como o Copta eti pico e do Isl o.Uma leitura para desfrutar sem pr conceitos n o lite N o o tipo de literatura que costumo consumir e, por essa mesma raz o, foi uma leitura refrescante Poderia ser classificada como romance hist rico, mas com a indica o de que a principal fonte que o inspirou s o os mitos da B blia, baseados provavelmente em factos reais mas filtrados pela escrita do poeta inspirado Mitos que formam parte dos povos de Israel, das diversas ramifica es do Cristianismo como o Copta eti pico e do Isl o.Uma leitura para desfrutar sem pr conceitos n o literatura religiosa, mas sim baseada na profunda amoralidade presente em muitos textos das antigas tradi es b blicas.O livro, actualmente, encontra se refundido e alargado em Tenta o da Serpente


  3. Willis Oliveira Willis Oliveira says:

    Eu senti a necessidade de ler algo totalmente original por parte da autora Li estes contos com um misto de interesse, pois j conhecia algumas das passagens b blicas e isso me despertara uma necessidade em rev las de uma forma ainda mais carnal e at proibida , e, contraditoriamente, n o sentindo toda a satisfa o por ler passagens j conhecidas, por n o amar fanfics b blicas, ou de qualquer esp cie.Por fim, pode parecer estranho ap s o coment rio acima recomendo a leitura, que j vale p Eu senti a necessidade de ler algo totalmente original por parte da autora Li estes contos com um misto de interesse, pois j conhecia algumas das passagens b blicas e isso me despertara uma necessidade em rev las de uma forma ainda mais carnal e at proibida , e, contraditoriamente, n o sentindo toda a satisfa o por ler passagens j conhecidas, por n o amar fanfics b blicas, ou de qualquer esp cie.Por fim, pode parecer estranho ap s o coment rio acima recomendo a leitura, que j vale pela criatividade e atrevimento


  4. Margarida Margarida says:

    Nesta obra, a autora leva nos a conhecer personagens b blicas sob uma perspectiva mais humana, mais pr xima de qualquer um de n s Leva nos a conhecer os h bitos e costumes de uma poca Conduz nos atrav s de uma escrita sensual, sem cair no vulgar, utilizando a linguagem do desejo transmitido pelas personagens Um texto onde apesar do papel das mulheres ser de submiss o aos homens de acordo com o pensamento da poca, conhecemos mulheres muito fortes e que v o, de certo modo, manipular os homens Nesta obra, a autora leva nos a conhecer personagens b blicas sob uma perspectiva mais humana, mais pr xima de qualquer um de n s Leva nos a conhecer os h bitos e costumes de uma poca Conduz nos atrav s de uma escrita sensual, sem cair no vulgar, utilizando a linguagem do desejo transmitido pelas personagens Um texto onde apesar do papel das mulheres ser de submiss o aos homens de acordo com o pensamento da poca, conhecemos mulheres muito fortes e que v o, de certo modo, manipular os homens para conseguirem os seus objectivos


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Contos Eróticos do Velho Testamento ✪ [PDF] ✐ Contos Eróticos do Velho Testamento By Deana Barroqueiro ✷ – Natus-physiotherapy.co.uk Encantada pelo erotismo fort ssimo de in meras pequenas cr nicas do Antigo Testamento, a autora quis reescrever algumas dessas hist rias, como um cronista desse tempo de antanho, um pouco c ptico, sem Encantada pelo erotismo fort ssimo de in do Velho PDF Ç meras pequenas cr nicas do Antigo Testamento, a autora quis reescrever algumas dessas hist rias, como um cronista desse tempo de antanho, um pouco c ptico, sem cren as em Baal ou Jahweh, interessado em recriar essa sociedade de pastores n madas que formaram as tribos Contos Eróticos PDF/EPUB or de Jud e IsraelDeana Barroqueiro utilizou como elo de liga o dos contos a componente er tica dessas hist rias, sem jamais cair na tenta o da linguagem vulgar ou obscena, mas fazendo o de uma forma subtil, sensual e po tica, embora por vezes assaz violenta, devido pr pria mat ria das narrativas Eróticos do Velho eBook ✓ do Velho TestamentoO livro , pois, uma cr nica hist rica da Antiguidade, ficcionada, cujo fio condutor a aventura dos sentidos, atrav s do olhar magoado das mulheres e da sua luta pela exist ncia, num mundo em que as descendentes de Eva eram consideradas pelos homens como mercadoria e inferiores aos animais, conceito que perdurar ainda hoje, perpetuado por certas interpreta es fundamentalistas dos livros ditos sagrados, em nome de uma verdade religiosa que nenhum Deus, bom e justo, poderia alguma vez sancionar ou sequer tolerar.