Paperback ò Cal PDF Ê

Cal [Download] ✤ Cal By José Luís Peixoto – Natus-physiotherapy.co.uk SinopseCal junta contos, uma pe a de teatro e poemas em torno de um tema pouco usual na literatura a velhice, com a sensibilidade inconfund vel de Jos Lu s PeixotoCal de Jos Lu s PeixotoExcerto As m o SinopseCal junta contos, uma pe a de teatro e poemas em torno de um tema pouco usual na literatura a velhice, com a sensibilidade inconfund vel de Jos Lu s PeixotoCal de Jos Lu s PeixotoExcerto As m os de Ana eram velhas Os dedos eram grossos e tinham riscos feitos pela l mina da navalha de retalhar azeitona As palmas das m os eram grossas e tinham o toque da superf cie serrada de um tronco As m os do velho Durico eram magras e escuras As costas da m os, quando as estendia debaixo de um candeeiro de petr leo, eram suaves As unhas eram certas por serem cortadas com uma navalha.


10 thoughts on “Cal

  1. Beatriz Canas Mendes Beatriz Canas Mendes says:

    Este livro foi uma das minhas maiores desilus es na literatura Para come ar, n o possu a qualquer indica o acerca do g nero, que me pudesse preparar para a leitura de Cal comecei a ler um livro de cr nicas, ou de pequenos contos, com uma pe a de teatro l pelo meio, a pensar que iria sair dali um romance Obviamente, tamb m me senti desiludida devido falta de abrang ncia de temas nos livros de Jos Lu s Peixoto Quando lemos uma data de hist rias que se passam no mesmo cen rio ou em ambient Este livro foi uma das minhas maiores desilus es na literatura Para come ar, n o possu a qualquer indica o acerca do g nero, que me pudesse preparar para a leitura de Cal comecei a ler um livro de cr nicas, ou de pequenos contos, com uma pe a de teatro l pelo meio, a pensar que iria sair dali um romance Obviamente, tamb m me senti desiludida devido falta de abrang ncia de temas nos livros de Jos Lu s Peixoto Quando lemos uma data de hist rias que se passam no mesmo cen rio ou em ambientes semelhantes e que nos trazem personagens parecidas, ficamos enquanto leitores desmotivados pela aus ncia de novidade.At a qualidade das hist rias contadas em Cal med ocre N o encontrei nenhuma inova o, nenhum trecho cujas caracter sticas de escrita me empolgasse, nem nenhuma ideia que me desafiasse reflex o Excepto um ou outro texto deixado para o final, Cal mostrou me uma face mon tona e indesej vel de um dos meus escritores portugueses favoritos Esforcei me por gostar deste livro de JLP, mas n o fiquei com vontade de lhe pegar de novo


  2. Eli Eli says:

    Hoje, preciso de ti Depois de n s, nesse tempo, houve uma verdade que ficou parada nos meus olhos algu m de quem gostamos muito, o amor, ficar nas rvores, continuar a crescer, como uma crian a, dentro dos troncos e dos ramos mais finos das rvores.


  3. Rui Rui says:

    i prefer his novels, but still very good Peixoto is, in my opinion, the best portuguese writer alive.


  4. Margarida Margarida says:

    Nunca tinha lido um livro que se dedicasse inteiro a personagens com muitos anos de vida As palavras imediatas que classificam este grupo de personagens velhotes, idosos, terceira idade perdem sentido ao longo do livro, sobressaem caminhos percorridos, identidades marcadas e nicas, hist rias que se perdem no tempo e na mem ria mas que est o nas ra zes da nossa identidade colectivaPredominam os pequenos contos, todos bons e alguns excepcionais, alguma poesia e uma pe a de teatro diverti Nunca tinha lido um livro que se dedicasse inteiro a personagens com muitos anos de vida As palavras imediatas que classificam este grupo de personagens velhotes, idosos, terceira idade perdem sentido ao longo do livro, sobressaem caminhos percorridos, identidades marcadas e nicas, hist rias que se perdem no tempo e na mem ria mas que est o nas ra zes da nossa identidade colectivaPredominam os pequenos contos, todos bons e alguns excepcionais, alguma poesia e uma pe a de teatro divertid ssima, pertinente e com uma surpresa final de abrir um sorriso e relativizar uma data de clich s associados s pessoas com rugas e cabelos brancos Claro que me lembrei muito dos meus queridos e t o saudosos av s, cada um extraordin rio sua maneira Dois deles, os maternos, at me deixaram a maior prova de que o amor existe, que uma coisa maravilhosa e transcendental e que bem ficariam num dos contosTamb m fica claro o desencaixe que acontece vezes demais a muitas pessoas no fim da vida, os lares, as temporadas em casa dos filhos longe da sua casa, a solid o que devia ser imposs vel tudo coisas que n o fazem sentido e para as quais merecemos todos porque a maioria l chegar outras respostas


  5. Sandra Sandra says:

    A idade das m os 5 O sorriso dos afogados 4 Olhe os seus netos 2 Os velhos 5 A mulher que sonhava 5 O grande amor do mudo 5 As mulheres dos anos 80 3 Febre 4 As m os e as vozes 3 O dia dos anos 5 Na claridade e nas sombras 5 A mulher da horta 2 O ltimo dia de todos os ver es 5 A velha Carlota 2 manh 1 Ti Julha 4 A gente corremos pelas ruas da vila 3 Ver a minha av 4 A mulher de negro 5 A vi va junto ao rio 3


  6. Pedro Silva Pedro Silva says:

    Vou citar uma leitora que na sua cr tica diz basicamente tudo sobre o Cal Contudo, n o sou t o brando no meu rating, e dou mesmo apenas 2 estrelas N o desperta interesse nem paix o esta leitura As est rias s o mon tonas e secantes Uma desilus o Este livro foi uma das minhas maiores desilus es na literatura Para come ar, n o possu a qualquer indica o acerca do g nero, que me pudesse preparar para a leitura de Cal comecei a ler um livro de cr nicas, ou de pequenos contos, com uma pe a de Vou citar uma leitora que na sua cr tica diz basicamente tudo sobre o Cal Contudo, n o sou t o brando no meu rating, e dou mesmo apenas 2 estrelas N o desperta interesse nem paix o esta leitura As est rias s o mon tonas e secantes Uma desilus o Este livro foi uma das minhas maiores desilus es na literatura Para come ar, n o possu a qualquer indica o acerca do g nero, que me pudesse preparar para a leitura de Cal comecei a ler um livro de cr nicas, ou de pequenos contos, com uma pe a de teatro l pelo meio, a pensar que iria sair dali um romance Obviamente, tamb m me senti desiludida devido falta de abrang ncia de temas nos livros de Jos Lu s Peixoto Quando lemos uma data de hist rias que se passam no mesmo cen rio ou em ambientes semelhantes e que nos trazem personagens parecidas, ficamos enquanto leitores desmotivados pela aus ncia de novidade.At a qualidade das hist rias contadas em Cal med ocre N o encontrei nenhuma inova o, nenhum trecho cujas caracter sticas de escrita me empolgasse, nem nenhuma ideia que me desafiasse reflex o Excepto um ou outro texto deixado para o final, Cal mostrou me uma face mon tona e indesej vel de um dos meus escritores portugueses favoritos Esforcei me por gostar deste livro de JLP, mas n o fiquei com vontade de lhe pegar de novo


  7. André José André José says:

    Cal deixa me quase sem saber o que escrever O gigante aglomerado de poesia, prosa e teatro que assenta de um jeito sublime sobre os v rios romances e problemas sociais dos idosos A Solid o, a esquizofrenia, a doen a, a vontade de n o viver, o abandono, a mentalidade s o apenas alguns t picos que podem ser encontrados nesta verdadeira obra de arte escrita por Jos Luis Peixoto A meu ver n o um livro excecional mas merece sem sombra de d vida uma oportunidade de ser lido O que mais me Cal deixa me quase sem saber o que escrever O gigante aglomerado de poesia, prosa e teatro que assenta de um jeito sublime sobre os v rios romances e problemas sociais dos idosos A Solid o, a esquizofrenia, a doen a, a vontade de n o viver, o abandono, a mentalidade s o apenas alguns t picos que podem ser encontrados nesta verdadeira obra de arte escrita por Jos Luis Peixoto A meu ver n o um livro excecional mas merece sem sombra de d vida uma oportunidade de ser lido O que mais me fascina neste livro a inexaur vel capacidade que JLP revela para quase sentir aquilo que algu m com longevidade sente flor da pele na escrita essa capacidade louv vel 3 Estrelas para este livro, uma vez que houve situa es em que n o me senti cativado a ler para al m do que j tinha lido O Teatro veio resolver o problema


  8. Ana Ribeiro Ana Ribeiro says:

    Adorei, fiquei fascinada, maravilhada e rendida com a sensibilidade do livro, com as hist rias que me tocaram de uma forma t o intensa, com os poemas e a pe a de teatro que qualquer coisa de bestial o meu cora o ficou pequenino o tempo todo Espero um dia poder v la em cena.De todos os contos e hist rias que li, podia dizer que n o consigo destacar uma s porque todas me marcaram bastante, ainda assim, as minhas favoritas foram A idade das M os O Sorriso dos Afogados Ver a minha av Adorei, fiquei fascinada, maravilhada e rendida com a sensibilidade do livro, com as hist rias que me tocaram de uma forma t o intensa, com os poemas e a pe a de teatro que qualquer coisa de bestial o meu cora o ficou pequenino o tempo todo Espero um dia poder v la em cena.De todos os contos e hist rias que li, podia dizer que n o consigo destacar uma s porque todas me marcaram bastante, ainda assim, as minhas favoritas foram A idade das M os O Sorriso dos Afogados Ver a minha av que inspirou a m sica Cal do Jo o Pedro Pais , Ti Julha e Viver junto ao rio.Um livro emocionante e tocante a todos os n veis, uma leitura imprescind vel, que vos far olhar para o mundo com outros olhos


  9. Ricardo Ricardo says:

    A compilation of short texts mostly short stories, but also a short play and three previously unreleased, poems with a common denominator between them the elders.In each of the stories Peixoto adresses several themes associated with the elderly, such as loneliness, sickness but also love not just of relatives.Written, as usual, in a smooth a simple style, Peixoto delivers very poignant stories to which we can also relate at some levels by personal experience direct grandparents or indire A compilation of short texts mostly short stories, but also a short play and three previously unreleased, poems with a common denominator between them the elders.In each of the stories Peixoto adresses several themes associated with the elderly, such as loneliness, sickness but also love not just of relatives.Written, as usual, in a smooth a simple style, Peixoto delivers very poignant stories to which we can also relate at some levels by personal experience direct grandparents or indirect news, people on the street.A touching book well worth the few hours it takes to complete, even if not as intricate as some of his other works


  10. Maria Rafael Maria Rafael says:

    CalUm livro de contos que se l num f lego Gente a preto e branco, parada em fotos no imagin rio de quem viveu num pa s rural.Um livro que nos fica na mem ria por muito tempo.Um dos melhores livros de Jos Luis Peixoto, depois dos de poesia onde o sinto melhor sobretudo um livro de mem rias, n o apenas as do escritor, que n o me parecem f cticias, mas as mem rias de todo um povo que aos poucos, vai dando o lugar aos novos, com mais mundo, mas menos hist ria Gostei muito CalUm livro de contos que se l num f lego Gente a preto e branco, parada em fotos no imagin rio de quem viveu num pa s rural.Um livro que nos fica na mem ria por muito tempo.Um dos melhores livros de Jos Luis Peixoto, depois dos de poesia onde o sinto melhor sobretudo um livro de mem rias, n o apenas as do escritor, que n o me parecem f cticias, mas as mem rias de todo um povo que aos poucos, vai dando o lugar aos novos, com mais mundo, mas menos hist ria Gostei muito


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *